Muito Cuidado ao Tomar a Pilula Do Dia Seguinte

Quando há algum descuido no sexo, é comum bater a preocupação e desespero. Que mulher nunca teve um descuido na hora do sexo? Aí o pensamento vem logo na pílula do dia seguinte, mas há restrições.

No entanto, seu uso não é indicado em mulheres que sofram de obesidade, hipertensão e problemas vasculares.

Na hora do desespero, a pílula normalmente é a primeira opção para “tapear” o problema. Mas, a verdade é que seu uso inadequado resulta em erros e consequentemente, em problemas na vida da mulher. Veja com atenção quais são.

A pílula do dia seguinte é uma boa alternativa para prevenir a gravidez, no entanto, seu uso desregrado tem consequências.

Usar a pilula juntamente com seu remédio anticoncepcional é um verdadeiro erro. Além disso, fazer uso da pílula uma vez por mês já é considerado um grande excesso.

O risco que se corre é invalidar a eficácia dos dois medicamentos. A pílula do dia seguinte acaba com o ritmo hormonal da mulher, alterando seu fluxo, desregulando o ciclo menstrual, podendo efetivar uma gravidez.

Fora a falta de eficácia, esta prática pode causar desconfortáveis efeitos colaterais, como diarreia, dores na cabeça e no corpo, vômito e, além disso, aumento de peso.

Vale ressaltar que se a pílula emergencial for usada frequentemente é possível que posteriormente, se assim a mulher desejar, encontre grandes dificuldades para engravidar.

Muito Cuidado ao Tomar a Pilula Do Dia Seguinte

 Considerações:

Uso da pílula com demais medicamentos

Tome muito cuidado quando for tomar a pílula de emergência. Sua combinação com outros medicamentos, do tipo controlado e antibióticos, por exemplo, podem prejudicar sua eficácia. Se estiver em dúvida, leia a bula atentamente ou pergunte ao médico ou farmacêutico.

Nunca tome a pílula antes do ato sexual

É de extrema importância distinguir o funcionamento da pílula do dia seguinte da pílula anticoncepcional. Muitas pessoas confundem e acabam consumindo a pílula emergencial antes do ato sexual.

Esta pílula é indicada apenas para casos emergenciais. Usá-la antes do sexo não é nada seguro porque sua eficácia é bem inferior a pílula anticoncepcional.

Não misture com álcool ou tabaco

Quando a pílula entra em contato com algumas drogas torna-se uma bomba relógio. Bebidas e cigarros apresentam substâncias capazes de aumentar a potência do hormônio estrogênio no nosso corpo.

Quando este hormônio entra em contato com as substâncias da pílula, aumenta-se o risco de acidente vascular cerebral e até mesmo trombose.

Não deixe de se prevenir, use camisinha

Gostou do artigo!

Inscreva-se na nossa newsletter e receba grátis nossas novidades

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Pin It on Pinterest

Share This

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.