MICOSES: Saiba Como Evitá-las e Tratá-las de Forma Correta!

Micoses podem ser causadas por aproximadamente 100 espécies de fungos e, algumas vezes, elas são até confundidas com alergias ou até com hanseníase!

Certamente, elas causam desconfortos e ainda podem facilitar a entrada de bactérias no organismo, o que pode levar à complicações de saúde bastante graves. Isso é comum nos casos de frieiras.

Leia também: Manchinhas brancas na pele, o que será?

Quais os sintomas das micoses e como tratá-las?

Os sinais da micose são desconfortáveis e variam de acordo com o tipo e extensão do problema. Os sintomas mais comuns são:

  • coceiras;
  • alterações na pele com o aparecimento de manchas vermelhas e descamação;
  • fissuras e rachaduras entre os dedos dos pés;
  • manchas deformadas e doloridas nas unhas.
As micoses pele podem surgir:
  • o chamado pano branco, caracterizado por manchas brancas e descamação no tronco, no peito e nas costas,
  • as frieiras que provocam coceira,
  • vermelhidão e fissuras doloridas entre os dedos dos pés
  • manchas avermelhadas nas dobras do corpo, como axilas e virilhas.
Micoses Nas unhas:
  • a micose faz com que fiquem mais grossas, quebradiças e esbranquiçadas.
Micoses No couro cabeludo:
  • podem haver pequenas lesões, descamação e coceiras.
Como ocorre a contaminação?
MICOSES: Saiba Como Evitá-las e Tratá-las de Forma Correta!

Micose na pele

Ambientes com umidade e calor são ideais para o desenvolvimento e reprodução de fungos. Por isso, praia, piscina, sauna, banheiros e vestiários estão entre os locais que mais favorecem a contaminação. Isso ocorre porque a umidade faz com que a pele fique mais fina, portanto mais suscetível à penetração dos fungos.

Cuidados que vão ajudar prevenir as micoses:
  • Secar bem todo o corpo, após o banho.
  • Dar preferência ao uso de roupas feitas com fibras naturais, como o algodão, que não retém o suor; assim como calçados abertos, pelo mesmo motivo.
  • Usar luvas sempre que for entrar em contato com o solo.
  • Não entrar em contato com lesões micóticas de animais ou pessoas infectadas, usar sempre luvas de borracha para isso.
  • Não utilizar roupas, toalhas, materiais de manicure, dentre outros, que não sejam de seu uso pessoal e individual.
  • Evitar andar descalço em pisos úmidos ou públicos, como áreas de piscinas de clubes ou vestiários.
  • Cuidados especiais aos pacientes imunodeprimidos.
  • A higiene correta de todo o corpo é imprescindível para evitar o aumento dos fungos.

O tratamento é bastante demorado e o diagnóstico também não é muito simples, exigindo, além do exame clínico, exames mais detalhados em alguns casos, para identificar a micose.

Bom saber: Fungo nas unhas. Como resolver esse terrível problema

Como tratar as micoses?

O tratamento da micose também depende do tipo de fungo, da extensão e da região afetada. Hoje em dia, existem opções bastante eficientes para eliminar o problema com rapidez. As micoses de pele, por exemplo, podem ser tratadas no período que vai de 1 a 4 semanas, já as de unha demoram um pouco mais para serem tratadas, podendo levar até seis meses.

Após o diagnóstico médico, são receitados remédios de uso tópico, pomadas e sprays, mas em situações mais complexas, é necessário administrar remédios de uso oral.

Em caso de suspeita de micose, evite a automedicação, só um profissional da saúde poderá diagnosticar o problema exato, pois algumas infecções causadas por bactérias podem ter sintomas semelhantes ao de uma micose.

https://go.hotmart.com/E4982933X

Gostou do artigo!

Inscreva-se na nossa newsletter e receba grátis nossas novidades

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Pin It on Pinterest

Share This

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.