Dormir Pouco Faz Engordar? Como O Sono Influencia O Nosso Peso.

Quem dorme pouco ou não possui uma rotina de sono bem definida pode acabar prejudicando todo seu esforço para emagrecer por conta das poucas horas que ficou na cama. Pode acreditar: talvez esse seja um dos motivos que fazem você não perder peso mesmo praticando exercícios diariamente.

E aí, dormir emagrece?

Sim. Isso acontece em razão de alguns hormônios que ficam desregulados quando somos privados de uma boa noite de sono. Esses hormônios são responsáveis por regular o apetite e, quando sofrem alterações, podem fazer com que as pessoas se alimentem de forma incorreta no dia seguinte.

Certamente, se dormir mal vira rotina, as alterações alimentares podem ser permanentes e o aumento de peso é uma consequência certa. Isso foi mostrado, inclusive, em um estudo feito pela Universidade de Harvard: as pessoas que dormem em média 5 horas por noite têm chances muito maiores de desenvolverem obesidade quando comparadas àquelas que dormem por aproximadamente 7 horas.

 Dormir Pouco Faz Engordar? Como O Sono Influencia O Nosso Peso.

Qual a relação entre uma boa noite de sono e a perda de peso?

O corpo produz dois hormônios que ajudam a regular o apetite: a grelina e a leptina. Quando dormimos pouco, a quantidade desses hormônios é afetada e nós ficamos mais propensos a sentir muita fome. Além disso, o organismo demora mais tempo para associar que está saciado, levando a uma ingestão alimentar muito maior.

A leptina é o hormônio que está ligado à saciedade. Quando regulado, ele ajuda o organismo a reconhecer que está satisfeito. Quando está em falta, é responsável por diminuir a sensação de saciedade e fazer com que o corpo demore mais tempo para perceber que já ingeriu a quantidade suficiente de alimentos.

O outro hormônio afetado pelo sono é a grelina, responsável por fazer o corpo sentir fome. Quando dormimos mal, a produção do hormônio aumenta e sentimos muito mais fome do que o normal.

O aumento no número de calorias está ligado às más escolhas alimentares:

Quem dorme mal tende a comer mais alimentos doces e gordurosos, conquentemente diminuindo o consumo de proteínas. Se o hábito for frequente, as mudanças na alimentação podem ser permanentes e levarem a um significativo aumento de peso.

Menos sono = mais estresse e mais gordura na barriga

E como faço para dormir melhor?

É isso que você deve estar se perguntando depois de conhecer todos os malefícios de uma noite mal dormida. Felizmente, existem alguns truques que podem ser acrescentados na rotina para te ajudar a ter um sono mais agradável.

O primeiro deles é diminuir os estímulos que possam te manter acordado. Logo evite tomar café e outras bebidas cafeinadas à noite e evite, também, o consumo de alimentos muito gordurosos e protéicos – prefira aqueles com digestão mais fácil.

Leia também: Dormir com sutiã faz mal?

Contudo outro estímulo que atrapalha (e muito!) o sono são os aparelhos tecnológicos. Defina um horário para desligar a televisão e não leve o celular para a cama. Nos momentos finais antes de se deitar, leia um livro ou medite – em pouco tempo, seu corpo perceberá que esse é seu ritual de desligamento e pegar no sono será um processo muito mais simples.

Se precisar de uma ajuda extra, conte com aulas de yoga para ajudar a eliminar a insônia do seu dia a dia. Elas podem ser feitas antes de dormir, sem sair de casa, gastando apenas 20 minutos.

Gostou do artigo!

Inscreva-se na nossa newsletter e receba grátis nossas novidades

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Pin It on Pinterest

Share This

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.