A hepatite A também pode ser transmitida pelas enchentes.

Conhecida também como “hepatite infecciosa”, a Hepatite A é uma doença contagiosa hepática, com transmissão por contato de uma pessoa infectada para outra saudável, bem como através de alimentos ou da água contaminada.

Causada pelo vírus denominado HAV, a enfermidade é facilmente disseminada, uma vez que o agente infeccioso pode sobreviver por até quatro horas na pele das mãos e dos dedos. No período chuvoso, aumenta ainda mais a possibilidade de propagação através das águas de enchentes e enxurradas que podem ser condutoras do vírus, extremamente resistente à degradação provocada por mudanças ambientais, e pode, inclusive, resistir durante anos a temperaturas de até 20º C negativos.

Sintomas da hepatite A

A hepatite A também pode ser transmitida pelas enchentes.

Geralmente assintomática, quando a doença apresenta sintomas, costumam aparecer de 15 a 50 dias após a infecção.  Por vezes tão leves que podem parecer uma virose qualquer, sem que o paciente perceba que teve hepatite A.

Os mais frequentes são:

  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Cansaço;
  • Dor muscular;
  • Náusea e vômitos;
  • Perda de apetite;
  • Febre;
  • Tontura;
  • Pele e olhos amarelados;
  • Urina escura;
  • Fezes claras.

Medidas eficazes de prevenção da hepatite A

Conheça também: Como se proteger da hepatite no salão de beleza

A disseminação da moléstia está relacionada com a infraestrutura de saneamento básico e a aspectos ligados às condições de higiene.

A melhor forma de evitar a doença é a adesão ao calendário vacinal do SUS que, desde 2014, passou a oferecer a vacina contra a Hepatite A para crianças na faixa etária de um até dois anos incompletos, além da melhoria das condições sanitárias e de higiene, como, por exemplo:

  • Não tomar banho ou brincar perto de valões, riachos, chafarizes, enchentes ou próximo de local onde haja esgoto a céu aberto;
  • Lavar as mãos após ir ao banheiro ou trocar fraldas, e antes de comer ou preparar alimentos;
  • Cozinhar bem os alimentos antes de consumi-los, principalmente mariscos, frutos do mar e carne de porco;
  • Lavar bem, com água tratada, clorada ou fervida, os alimentos que serão consumidos crus, deixando-os de molho por 30 minutos – ostras e mariscos, especialmente os moluscos que filtram grande volume de água, retém os vírus, caso essa água esteja contaminada;
  • Lavar adequadamente pratos, copos, talheres e mamadeiras;
  • Evitar a construção de fossas próximas a poços e nascentes de rios, para não comprometer o lençol d’água que alimenta o poço. Observar, por medida de segurança, uma distância mínima de 15 metros entre o poço e a fossa do tipo seca, e de 45 metros para os demais focos de contaminação, como chiqueiros, estábulos, valões de esgoto, galerias de infiltração e outros;

Como agir diante á doença

Caso haja algum doente com hepatite A em casa, utilizar hipoclorito de sódio a 2,5% ou água sanitária ao lavar o banheiro;

No caso de creches, pré-escolas, lanchonetes, restaurantes e instituições fechadas, adotar medidas rigorosas de higiene, tais como a desinfecção de objetos, bancadas e chão, utilizando hipoclorito de sódio a 2,5% ou água sanitária.

Para tratar e tornar a água potável para o consumo, ferver ou colocar duas gotas de hipoclorito de sódio por litro de água, deixando o recipiente tampado por, pelo menos, 30 minutos antes de consumir. Pode ser usada a água sanitária a 2,5% (sem alvejante), na mesma proporção.

Diagnóstico

O adoecimento é diagnosticado por observação dos sintomas e detecção de anticorpos contra o vírus HAV no sangue. A doença é totalmente curável quando o paciente segue corretamente o tratamento médico que inclui descanso e hidratação. É considerada uma enfermidade de curso benigno, mas potencialmente grave, pois, apesar de raras, em menos de 1% dos casos, podem surgir complicações como a hepatite fulminante nas primeiras seis a oito semanas da infecção. São poucos os casos de pacientes com mais de 50 anos que sobrevivem a essa forma da doença.

Fonte de pesquisa: blog.saude.mg.gov.br

Gostou do artigo!

Inscreva-se na nossa newsletter e receba grátis nossas novidades

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Pin It on Pinterest

Share This

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.