Sintomas e Tatamento da Bronquite

Esta condição é uma doença caracterizada pela obstrução dos bronquíolos. Estes ficam inflamados e são geralmente acometidos por vírus, tendo como principal alvo crianças de até 2 anos de idade. Da mesma forma que a bronquite...

Esta condição é uma doença caracterizada pela obstrução dos bronquíolos. Estes ficam inflamados e são geralmente acometidos por vírus, tendo como principal alvo crianças de até 2 anos de idade. Da mesma forma que a bronquite, a bronquiolite é uma enfermidade do tipo sazonal, ou seja, surge em meses específicos, neste caso durante o inverno e o outono.

É devido à presença de muco e de detritos celulares que há o espessamento dos bronquíolos, levando à obstrução característica. Caso esta seja completa pode haver um colapso pulmonar, sendo que geralmente a obstrução parcial leva ao aprisionamento do ar, ou à hiperinsulflação.

Dentre as diferentes causas da bronquiolite podemos destacar, por exemplo, o contato com gases tóxicos, com fumaça de carros e de cigarro, o uso indevido de medicamentos, o contato com poeira ou danos provocados pelo fogo.

O principal vírus que leva à condição é o sincicial (VSR), apesar de outros como o parainfluenza serem também bastante perigosos. O contágio se dá de pessoa para pessoa através do ar ou de objetos contaminados.

Sintomas

Quem sofre de bronquiolite costuma apresentar basicamente os seguintes sintomas:

  • Tosse frequente e intensa;
  • Baixa febre;
  • Pouco apetite;
  • Taquicardia;
  • Vômitos, especialmente crianças muito pequenas;
  • Dor de ouvido;
  • Olhos avermelhados;
  • Dificuldade para respirar;
  • Pele com coloração azulada.

Sintomas e Tatamento da Bronquite

A bronquiolite é uma doença que acomete somente crianças pequenas. Quando maiores e nos adultos, a condição recebe o nome de bronquite. Ficar atento aos sinais emitidos pela criança e pelo bebê é algo fundamental organismo. Neste período o organismo é ainda muito frágil e qualquer doença é preocupante. Diante dos sintomas consulte imediatamente um médico, para que todas as medidas necessárias sejam tomadas.

O diagnóstico geralmente é feito através de exames e da análise dos sintomas. A radiografia do tórax é algo que costuma ser solicitado, já que tende a ajudar bastante. Um exame de secreção do nariz também pode ser eficiente, assim como o exame de secreção dos pulmões. Depois do diagnóstico um devido tratamento deverá ter início.

Tratamento

Em casos graves de bronquiolite costuma ser preciso a administração de oxigênio. O uso de antibióticos não é um consenso, já que a doença é geralmente provocada por vírus. Broncodilatadores costumam a ajudar nesta hora, facilitando a entrada e a saída de ar dos pulmões.

Na grande maioria das vezes, com o devido tratamento, a condição tende a melhorar em 1 semana, sendo que já no terceiro dia a criança começa a respirar com menos dificuldade. Apesar disto, muitos pacientes continuam com o peito chiando intermitentemente, da mesma forma que acontece com os asmáticos.

Evitar deixar crianças em contato com pessoas doentes e lavar as mãos com frequência são medidas que podem auxiliar bastante na prevenção da bronquiolite. Crianças que frequentam creches ficam mais vulneráveis a tanto, e os pais necessitam ter atenção. Diante de sintomas não deixe de consultar um médico. A grande maioria das doenças pode ser tratada ou controlada efetivamente quando do diagnóstico precoce.

As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.