Saiba Mais Sobre A Catarata: Sintomas E Tratamento

A catarata é uma doença ocular extremamente comum, principalmente nas pessoas idosas, que é provocada pela opacificação parcial ou total do cristalino, a lente natural dos nossos olhos. A catarata é uma doença de evolução lenta e progressiva...

A catarata é uma doença ocular extremamente comum, principalmente nas pessoas idosas, que é provocada pela opacificação parcial ou total do cristalino, a lente natural dos nossos olhos.

A catarata é uma doença de evolução lenta e progressiva, sendo, atualmente, a principal causa de perda de visão no mundo. Cerca de 160 milhões de pessoas em todo o planeta sofrem de catarata em algum grau. Dentre a população com mais de 65 anos, quase metade dos indivíduos tem catarata.

Apesar de ser uma causa comum de cegueira, felizmente, a catarata tem cura e pode ser corrigida através de cirurgia. Mesmo os pacientes com casos de catarata avançada podem voltar a enxergar após a cirurgia.

CAUSAS DA CATARATA

O cristalino é composto basicamente por água e proteínas. As proteínas do cristalino têm características próprias e são responsáveis pela sua clareza e transparência. Com o envelhecimento dos olhos, a estrutura dessas proteínas se altera, o que provoca uma perda gradual da transparência do cristalino. A catarata que surge na população idosa é chamada catarata senil, sendo esta a forma mais comum. Além da catarata senil, existem outras causas para a perda da transparência do cristalino, entre elas:

⇛Catarata congênita: é uma forma de catarata que está presente ao nascimento ou que se desenvolve durante o primeiro ano de vida. A catarata congênita pode ter várias causas, entre as mais comuns estão as doenças de origem genética e as infecções durante a gravidez, tais como toxoplasmose, rubéola, sífilis, citomegalovírus e herpes.

⇛Catarata traumática: é uma forma de catarata de surge após um trauma do olho. Ao contrário das outras formas, catarata traumática costuma ser unilateral. Alguns tipos de cirurgia dos olhos também podem causar esse tipo de catarata.

⇛Catarata por radiação: é o tipo de catarata que surge após exposição à radiação ionizante, como, por exemplo, no caso dos pacientes que são submetidos a radioterapia em regiões próximas aos olhos.

⇛Catarata secundária a drogas: vários fármacos, se usados de forma contínua por vários anos, podem facilitar o surgimento da catarata.

catarata

FATORES DE RISCO PARA CATARATA

A catarata senil é uma situação que vai ocorrer em praticamente todas as pessoas, principalmente naquelas com mais de 70-80 anos. Algumas situações, porém, aumentam o risco de lesão do cristalino, favorecendo o surgimento mais precoce da catarata. Entre os principais fatores de risco podemos citar:

  • Tabagismo
  • Consumo excessivo de álcool
  • Exposição excessiva dos olhos à radiação solar.
  • Obesidade
  • Diabetes mellitus
  • Hipertensão arterial 
  • Sedentarismo.
  • Infecção pelo vírus HIV
  • História familiar de catarata.

catarata

SINTOMAS DA CATARATA

A catarata é um processo lento, gradual e indolor. Nas fases iniciais ela pode passar despercebida. A catarata na imensa maioria dos casos acomete os dois olhos, mas ela o faz, habitualmente, de modo assimétrico. Em geral, um olho apresenta uma catarata em estágio mais avançado que o outro.

As primeiras queixas com relação à catarata costumam ser a dificuldade para ver em locais com pouca iluminação, dirigir veículos à noite e dificuldade para ler placas ou letras pequenas. Agravamento de uma miopia já existente também é um sintoma inicial comum. A necessidade de trocar o grau dos óculos com alguma frequência pode ser um sinal de catarata.

Com a progressão da turvação do cristalino, a visão vai se tornando cada vez mais nebulosa e os contrastes menos perceptíveis. Outros sintomas comuns são o incômodo com luzes fortes, que causam um brilho intenso na visão, e queixas de que as cores dos objetos e do ambiente estão mais amareladas, acastanhadas ou menos intensas. Alguns pacientes com catarata desenvolvem visão dupla.

Em estágios mais avançados é possível ver o cristalino opacificado através da pupila, que se torna acinzentada, como na imagem abaixo. Em geral, a catarata leva muitos anos para chegar a este ponto.

TRATAMENTO DA CATARATA

O único tratamento efetivo para curar a catarata é a cirurgia. Óculos e lentes de aumento podem aliviar os sintomas nas fases inicias, mas para corrigir definitivamente o problema, a única opção é operar.

Em geral, a cirurgia de catarata é indicada quando a opacificação do cristalino já é grande o suficiente para interferir nas atividades comuns do dia a dia. O ideal é o médico decidir conjuntamente com o paciente a melhor hora de operar. Ao contrário do que acontecia antigamente, quando a técnica cirúrgica ainda era pouco desenvolvida e os riscos de complicações eram altos, não é mais preciso esperar a catarata chegar a estágios muitos avançados para se operar. Se a catarata incomoda o paciente, isso já motivo suficiente para marcar a cirurgia.

Nas crianças, porém, a conduta é diferente. Assim que o diagnóstico da catarata é feito, o médico deve programar a cirurgia, pois a catarata atrapalha o desenvolvimento normal do olhos nos bebês.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.