Retenção de Líquidos: Veja as Dicas e Acabe Com a Sensação de Inchaço

Sentir-se inchado pode ser resultado de diversos problemas, mas um dos mais comuns é a retenção de líquido, que pode ser entendida como um acúmulo excessivo de água entre as células. O inchaço compromete o bem-estar físico e emocional de qualquer pessoa, principalmente as mulheres. E apesar de ser muito comum, esse incômodo pode ser resolvido com mudanças de hábito simples, a começar pela alimentação. É claro que, comendo de forma equilibrada e apostando em opções diuréticas.

retencao-de-liquidos-500x300

Conheça  mudanças de hábito que ajudam a combater essa sensação de inchaço:

→Diminua a ingestão de sal

O sódio, presente no sal, segura a água no corpo, promovendo a retenção de líquido, o que causa a sensação de inchaço. Assim, o mais recomendado é não acrescentar sal a refeições prontas de restaurantes e regular a sua quantidade no preparo da comida feita em casa. Lembre-se, também, de que alimentos industrializados e embutidos também contêm bastante sal.

→Exercite-se

Uma das principais causas da retenção de líquido é a má circulação do sangue. Por isso, praticar exercícios é altamente benéfico, pois eles promovem a contração e o relaxamento dos músculos do corpo, estimulando as veias a empurrar o sangue em direção ao coração. Além disso, praticar esportes também ajuda a controlar o peso que, quando muito acima do ideal, impede uma circulação sanguínea normal.

→Não fique muito tempo na mesma posição

Pessoas que trabalham em uma mesma posição durante muito tempo tendem a sofrer as complicações da retenção de líquido. Mas, se por um lado não há muito como evitar ficar sentado em frente ao computador ou em pé – para atender clientes, por exemplo -, por outro, ninguém é obrigado a ficar estático o tempo todo. Faça pequenas pausas, ande um pouquinho e, se possível, realize um breve alongamento. Algumas empresas já perceberam como esse estímulo é importante – capaz até de aumentar a produtividade dos funcionários – e passaram a oferecer a chamada ginástica laboral.

→Repouse com as pernas elevadas

Se, mesmo fazendo pequenas pausas ao longo do dia, a sensação de inchaço permanecer, uma boa estratégia é repousar com as pernas um pouco elevadas. Ao se deitar, basta colocar um travesseiro embaixo das pernas para estimular a circulação sanguínea dos membros inferiores. Essa posição também melhora o funcionamento dos rins, que filtram o sangue e produzem a urina.

→Massageie as pernas

Quem mantém o hábito de hidratar o corpo com cremes pode até não saber, mas já está combatendo a retenção de líquido no corpo. Quando passamos um creme na pele, realizamos uma breve massagem nos membros para espalhar a loção, estimulando a circulação sanguínea. Melhor ainda se o hidratante for feito à base de cânfora ou mentol, pois esses elementos também melhoram a circulação.

→Evite usar roupas apertadas

É moda entre as mulheres o uso de roupas muito justas, principalmente calças jeans. Entretanto, é preciso ficar muito atento aos prejuízos que ela pode trazer. Se suas roupas não limitam os seus movimentos, nem incomodam por estar justas, tudo bem. Mas, se os minutos que precedem a sua chegada em casa são caracterizados pelo desconforto e desespero para finalmente poder trocar de roupa, então talvez seja a hora de renovar o guarda-roupa.

Beba-mais-água-e-sucos-naturais

→Dá-lhe água

O nosso corpo é constituído de 70% de água, sendo ela a responsável por hidratar, lubrificar, aquecer e manter o corpo em movimento. Além de estar presente em praticamente todos os processos que acontecem no nosso organismo, ela ainda combate a retenção hídrica. Para se livrar dessa retenção líquida é necessária uma ingestão adequada de água diariamente, pois quanto maior o consumo de água, maior será a irrigação celular e mais efetivos se tornam os processos metabólicos, que permitirão a excreção adequada de líquidos e toxinas.

Cuidado!

Se sente os pés e as mãos inchadas com frequência ou quando realiza algum exercício físico, verifique se é hipertenso, se sofre de insuficiência renal ou possui algum problema circulatório que pode provocar inchaço. Nesse caso, o recomendado é procurar um médico especializado para investigar as causas e ter o diagnóstico correto.

Quais alimentos evitar?

Alguns alimentos são verdadeiros vilões da alimentação e deixam você mais inchada. Separamos uma lista para você ficar de olho e se sentir cada dia melhor. Confira:

  • Evite bebidas alcoólicas, refrigerantes, leite e derivados.
  • Trigo, glúten e farinha branca em alimentos como massas, pães, bolachas e doces.
  • Couve, couve-manteiga, couve-de-bruxelas, repolho e couve-flor.
  • Batata-doce, ovo e leguminosas em geral.
  • Controle o sal nos alimentos.
  • Evite ingerir frituras.
  • Chá em excesso (não exceda 500 ml diários).
  • Não coma muito depressa já que isso atrapalha a digestão.

Mudanças que você deve fazer na sua alimentação:

  • Fuja dos alimentos produtores de gás:

Certos alimentos são mais difíceis para o nosso corpo quebrar e digerir, havendo a necessidade de o intestino fermentá-los para facilitar sua absorção. Essa fermentação tem como resultado a produção de gases, que podem levar ao inchaço.

  • Equilibre fibras e líquidos:

Uma dieta rica em fibras vai contribuir para o inchaço quando a ingestão de líquido não for adequada. As fibras são encontradas em cereais, farelos, alimentos integrais, frutas e verduras.

  • Não exagere nas refeições:

Além de nos deixar com aquela sensação de “estômago cheio”, o que já é desconfortável, exagerar nas refeições pode contribuir para o inchaço porque sobrecarregam o trato gastrointestinal, dificultando a digestão. Grandes refeições também podem distender nosso estômago, causando um efeito parecido com o de ingerir bebidas gaseificadas.

  • Incorpore proteínas magras à dieta:

Proteínas com menor teor de gordura, como ovos, queijos magros, carne branca (aves e peixes) e soja podem agir como um diurético natural, ajudando o corpo a eliminar o excesso de água. A água vai para onde ela é mais necessária, ou seja, onde tem menos, que é o caso das proteínas.

Cuide-se!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.