A Importância De Mastigar Bem Os Alimentos

Com o tempo de almoço cada vez mais reduzido, é cada vez mais comum encontrar pessoas que, literalmente, “engolem” a sua refeição, sem nem se preocupar em mastigar bem o alimento antes de ingerir. Mas por que mastigar bem os [...]

Com o tempo de almoço cada vez mais reduzido, é cada vez mais comum encontrar pessoas que, literalmente, “engolem” a sua refeição, sem nem se preocupar em mastigar bem o alimento antes de ingerir. Mas por que mastigar bem os alimentos é importante?

Além do fato de nosso estômago não possuir dentes, a digestão do alimento se inicia na boca, onde as glândulas salivares produzem enzimas que são responsáveis por dar início ao processo digestivo, como a amílase que começa a digestão do amido e a lipase, que realiza uma pequena parte da digestão de gorduras. Nosso organismo produz cerca de 1,5L de saliva por dia.

A mastigação não somente ativa a salivação, como também é responsável por triturar o alimento. Quanto menor os alimentos estiverem, melhor será a digestão e absorção de seus nutrientes pelo intestino. Uma mastigação apropriada fornece ao nosso organismo o tempo necessário para liberar hormônios e sinalizadores que promovem uma maior saciedade. Comendo menos (devido à maior saciedade) há menor tendência ao ganho de peso. Além de proporcionar uma digestão adequada e uma maior absorção de nutrientes.

A Importância De Mastigar Bem Os Alimentos

A seguir algumas dicas para melhorar a sua mastigação:

  • Sente-se confortavelmente na cadeira, ou seja, evite se alimentar em pé, andando ou enquanto realiza outras atividades. Relaxe e respire profundamente, algumas vezes, entre uma garfada e outra.
  • Aprecie o alimento que colocou no prato, perceba a quantidade, as cores, os formatos dos alimentos e procure saboreá-lo com calma, sentindo todos os sabores que compõe a sua refeição. Faça uma fotografia mental do que será ingerido, assim mandará uma mensagem para o cérebro de que a sua refeição será iniciada.
  • Leve uma pequena quantidade à boca e mastigue lentamente. Concentre-se na sua mastigação e nos sabores dos alimentos. Inicialmente, você pode fazer uma contagem mental da quantidade de mordidas. Deguste o alimento, sinta a textura, o aroma e a temperatura.
  • Enquanto mastiga descanse os talheres no prato.
  • No caso de biscoitos, bolos, doces, pães: coloque-os no prato em pequenas porções (ou pedaços) e a cada mordida, descanse os talheres no prato.
  • Evite assistir televisão, ler revistas, jornais ou falar ao telefone enquanto se alimenta.

Quando temos o péssimo hábito de mastigação, o dente não tritura bem o alimento e a saliva não age adequadamente, assim as enzimas existentes na saliva não vão realizar a pré-digestão do carboidrato.

Diante do exposto, pode-se perceber que uma mastigação inadequada está relacionada a boa parte dos problemas digestivos da sociedade atual, sendo importante também para pessoas que já possuem problemas digestivos. Assim, a mastigação deve ser um hábito ensinado desde cedo. 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.