Cuidados Com Os Rins

Sabe que há relação entre problema nos rins e a sua alimentação? Os rins são órgãos muito importantes para o bom funcionamento de nosso organismo, é imprescindível uma boa alimentação, equilibrada para terem um funcionamento correto, à medida que a idade passa percebemos que nossos hábitos alimentares influenciam muito no bom funcionamento destes órgãos.

Os rins processam o sangue e retiram resíduos e água transformam-nos em urina. A sua principal função é a de eliminar continuamente (nunca param) os produtos finais do metabolismo, ou seja, têm como função filtrar, purificar nosso sangue. Além desta função, os rins também elaboram hormônios, contribuem para a produção de vitaminas e ainda regulam a pressão arterial.

O mau funcionamento dos rins pode causar muitos problemas e doenças, algumas delas são:

  • nefrite,
  • cálculos renais,
  • insuficiência renal crônicas (IRC) entre outras.

A alimentação afeta bastante a saúde dos rins e é por isso que devemos ter uma ótima alimentação para termos rins saudáveis.

Cuidados Para Manter os Rins Saudáveis:

Uma alimentação equilibrada e saudável, com pouco sal, pouco açúcar, consumo adequado de água e exercício físico regular são cuidados fundamentais para prevenir a diabetes e a hipertensão arterial, estes são dois fatores importantes que podem desencadear a doença renal crônica.

O simples cuidado de ingerir mais vegetais frescos, crus, além de alimentos mais integrais, já minimiza os problemas renais. Recomenda-se por exemplo as raízes e sementes, ricas em sais minerais. Também as folhas verdes como as couves e alfaces, o repolho e o brócolis ou outras crucíferas, as ervas verdes como o chá-verde e a salsa. Dentre as frutas, as mais indicadas são as de elevado teor de ácido cítrico como os limões e o tamarindo.

Substitua o sal por temperos aumentando o aroma e sabor das refeições utilizando: azeite, vinagre, sumo de limão, alho, cebola, pimentão (o amarelo é o mais rico em vitamina C), oréganos, manjericão, tomilho, louro, cebolinha, hortelã, coentros ou salsa.

É recomendação de primordial importância manter-se no peso ideal para não sobrecarregar os rins. Indivíduos com o índice de massa corporal (IMC) nos parâmetros saudáveis estão totalmente protegidos e, os rins saem ganhando.

Evite excesso de álcool, ingerir bebida alcoólica em grande quantidade pode levar à desidratação e ao aumento das taxas de ácido úrico no organismo, favorecendo a formação de pedras.

Mantenha o corpo hidratado pois quando ingerimos pouco líquido, as chances de o cálcio e de outros nutrientes se acumularem nos rins e formarem cristais aumentam. E eles podem virar cálculos.

Praticar atividades físicas, especialistas afirmam que caminhadas e outros exercícios podem diminuir a incidência de pedras.

Quem já teve crise de cálculo renal conhece bem os sintomas: uma dor lombar quase insuportável que se espalha para a região abdominal. E as pedras são cada vez mais comuns: “Os diagnósticos aumentaram, muito nos últimos anos. Isso se deve, principalmente, à piora na qualidade da alimentação”. 

Fique ligado!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.