Controle a Ansiedade Com Alimentação.

A ansiedade está mais presente em nossas vidas do que imaginamos. Ela vai do grau mais leve até os casos mais graves, os quais necessitam de tratamentos severos com a presença de psicoterapia e medicação. Os sintomas vão desde àquelas vontades incontroláveis de atacar a geladeira até as crises que envolvem nervosismo, tremores, tensão muscular, sudorese, palpitações, tonturas, medos e insônia.

O que devemos evitar para combater a ansiedade:

→ Sinal vermelho

– Carboidratos refinados, provenientes de pães, massas, doces e bolos, aumentam rapidamente o nível de açúcar no sangue. Essas alterações propiciam um prazer imediato seguida de um efeito depressivo;

– Gorduras saturadas, vindas de hambúrgueres, queijos e manteiga, inflamam o organismo e desregulam o humor;

– Café, chá-mate e outras bebidas ricas em cafeína agravam o nervosismo e a ansiedade;

– O álcool também leva a um estado de euforia, que logo em seguida é substituído por tristeza. Se você já está com o humor instável, vale a pena evitar.

Para evitar esses efeitos negativos nas emoções, nada melhor que conhecer alimentos que auxiliam no processo do combate à ansiedade:

→ Sinal verde

1. Banana

 A fruta auxilia no combate da depressão e alivia os sintomas da ansiedade, devido ao alto teor de triptofano, que colabora com a produção de serotonina.

2. Frutas Cítricas

A vitamina C, presente nas frutas cítricas, reduz a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e a ansiedade. Elas promovem o bom funcionamento do sistema nervoso e aumentam a sensação de bem-estar.

3. Ovos, leite e derivados magros

Eles são excelentes fontes de triptofano, um tipo de aminoácido que alivia os sintomas de ansiedade.  Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade. 

4. Carboidratos

Proveniente dos cereais e integrais, os carboidratos elevam o nível de açúcar no sangue, ao fornecerem energia, disposição e bem-estar. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata e uvas fazem parte deste grupo alimentar.

5. Carnes e Peixes

Segundo a nutricionista, eles são as melhores fontes naturais de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, importante também no processo do sono.

Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina, substância que aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado Gaba, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.

6. Espinafre

O espinafre contém folato (ácido fólico), uma potente vitamina antidepressiva natural. Segundo um estudo da Universidade da Califórnia, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos como o espinafre começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso.

7. Maçã

As maçãs são ricas em fibras de carboidratos, vitaminas A, B1, B2, B6, C, minerais, zinco, magnésio e selênio. Além de combater a ansiedade, relaxa.

8. Mel

O mel auxilia o organismo a produzir uma maior quantidade de serotonina, neurotransmissor que está intimamente ligado às mudanças de humor.

9. Jabuticaba

A fruta, que também é rica em carboidratos, fornecendo energia para o reânico físico, possui vitaminas do complexo B, que agem como antidepressivos. A jabuticaba também contém ferro (que combate a anemia) e vitamina C (que aumenta as defesas do organismo).

10. Chocolate

O chocolate é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade. São recomendados cerca de 30 gramas de chocolate por dia, de preferência amargo, bem menos calórico e mais rico em flavonoides.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.