Conheça Os Danos Que Os Saltos Altos Podem Causar Aos Pés

O queridinho das mulheres é também o que oferece mais riscos à saúde, ao usar salto agulha, a mulher concentra todo o peso de seu corpo na parte frontal dos pés. O abuso dos saltos pode causar, no mínimo, 5 [...]

O queridinho das mulheres é também o que oferece mais riscos à saúde, ao usar salto agulha, a mulher concentra todo o peso de seu corpo na parte frontal dos pés. O abuso dos saltos pode causar, no mínimo, 5 tipos de lesões diferente aos pés.  Confira:

Joanete:

Conheça Os Danos Que Os Saltos Altos Podem Causar Aos Pés

Além de fatores genéticos, o uso excessivo de sapatos apertados na parte frontal, como os de bico fino, por exemplo, pode causar uma deformidade logo abaixo ao primeiro dedo do pé, que é chamada de joanete. Esse problema resulta em dores, inflamações e infecções;

Dedos “Martelo”:

O uso de sapatos pequenos, apertados e com saltos elevados pode desenvolver o chamado dedo martelo, que acontece quando o dedo assume forma de garra. Esse problema é causado pelo desenvolvimento de calos na parte superior dos dedos e uma formação calosa na sola dos pés. Imagine caminhar desse jeito? Quem já tem joanete corre risco ainda maior de desenvolver o dedo martelo;

Neuroma de Morton:

A falta de circulação sanguínea causada por sapatos apertados, estreitos ou altos comprime os nervos plantares e causam inflamação. Essa é uma lesão que afeta todo o pé, mas, principalmente, os terceiros e quartos dedos. O neuroma de morton provoca dor e dormência que podem ser aliviadas ao retirar o sapato;

Conheça Os Danos Que Os Saltos Altos Podem Causar Aos Pés

Inflação no tendão de Aquiles:

O hábito de usar continuamente saltos altos pode provocar alteração na tensão do tendão de Aquiles, o que causa dor e, consequentemente, tendinite. Algumas pessoas podem, até mesmo, romper o tendão, que é responsável por conectar a perna à panturrilha;

Instabilidade no tornozelo:

A recomendação é que o salto tenha entre 3 e 4 centímetros porque, quem anda acima dessa altura, corre o frequente risco de ter torções e microtraumas, que causam dor recorrente do lado exterior (lateral) do tornozelo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.