Como É A Recuperação Depois De Um AVC

Depois de ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o paciente pode ficar com várias sequelas ligeiras ou graves, como ter dificuldade em andar tendo de usar cadeira de rodas ou ter dificuldade em falar, por exemplo...

Depois de ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o paciente pode ficar com várias sequelas ligeiras ou graves, como ter dificuldade em andar tendo de usar cadeira de rodas ou ter dificuldade em falar, por exemplo, sendo que estas consequências podem ser temporárias ou permanecer para toda a vida.

Desta forma, para reduzir estas limitações pode ser necessário fazer fisioterapia, terapia da fala e estimulação cognitiva com ajuda de um fisioterapeuta, terapeuta da fala e enfermeiro para ganhar mais autonomia e recuperar, pois inicialmente o paciente pode ficar depende de um familiar para realizar as tarefas do dia-a-dia, como tomar banho ou comer.

As limitações causadas pelo AVC, também conhecido por derrame cerebral, dependem da região do cérebro que foi afetada e da sua extensão, como se pode observar na imagem. No entanto, em alguns pacientes a irrigação sanguínea cerebral é retomada tão rapidamente que não deixa alterações no funcionamento do organismo.

Principais consequências do AVC

Tanto o AVC isquêmico, que é quando o sangue e o oxigênio não conseguem passar porque a veia está entupida como o AVC hemorrágico, caso ocorra o rompimento de uma veia do cérebro causando sangramento interno, podem provocar sequelas no paciente.

Geralmente, os principais danos físicos é a perda de força, equilíbrio e tônus muscular de um dos lados do corpo que dificulta a movimento para andar, sentar ou deitar e, em alguns casos, o individuo fica acamado ou usa cadeira de rodas para se movimentar.

Como É A Recuperação Depois De Um AVC

Como é a recuperação depois de um AVC

Para reduzir as limitações que o AVC provoca e recuperar alguns danos causados pela doença é fundamental fazer tratamento, que inclui:

  • Sessões de fisioterapia com um fisioterapeuta especializado para ajudar o paciente a recuperar o equilíbrio, a forma e o tônus muscular, podendo voltar a andar, sentar e deitar sozinho.
  • Estimulação cognitiva com terapeutas ocupacionais e enfermeiros que realizam jogos e atividades para diminuir a confusão e os comportamentos desadequados;
  • Terapia da fala com terapeutas da fala de forma a recuperar a capacidade para se expressar.
  • O tratamento deve ser iniciado logo que possível ainda no hospital e mantido em clinicas de reabilitação e em casa, devendo ser realizado diariamente para o paciente recuperar independência e ganhar qualidade de vida o mais rapidamente possível.
  • O tempo de internamento no hospital depende da gravidade do AVC, porém na maioria dos casos o internamento no hospital é de pelo menos uma semana e em clinicas de reabilitação de cerca de 1 mês. Além disso, em casa é necessário continuar fazendo o tratamento para diminuir as consequências a longo prazo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.