Caroços no Pescoço| O que Podem Ser?

Nosso sistema imunológico é composto por células que defendem o organismo de agentes estranhos, mantendo seu equilíbrio e enviando respostas quando algo não vai bem. Nesse sistema, existem os gânglios linfáticos,...

Nosso sistema imunológico é composto por células que defendem o organismo de agentes estranhos, mantendo seu equilíbrio e enviando respostas quando algo não vai bem. Nesse sistema, existem os gânglios linfáticos, que realizam exatamente esta função, ou seja, eliminar aqueles agentes do corpo. Um caroço ou nódulo no pescoço, por exemplo, indica vários motivos, dos simples aos mais complexos, necessitando de uma avaliação apurada. Confira abaixo o que desencadeia os caroços no pescoço, os sintomas:

 O que desencadeia os caroços no pescoço?

Existem várias causas que levam ao aparecimento de caroços no pescoço. Dentre eles estão:

 Caroços no Pescoço| O que Podem Ser?

  • Íngua, ou seja, um linfonodo inchado devido a infecções na garganta, por exemplo;
  • Gripe, resfriados, alergia;
  • Infecções por vírus, herpes ou HIV;
  • Amigdalite;
  • Tuberculose;
  • Bócio;
  • Rubéola;
  • Caxumba;
  • Alterações na tiroide;
  • Contratura no pescoço (quando o músculo se contrai de forma incorreta);
  • Reações alérgicas (por certos agentes externos, alimentos ou medicamentos);
  • Faringite bacteriana ou viral;
  • Linfoma de Hodgkin (tumor maligno do tecido linfático);
  • Câncer de boca, tiróide, cabeça ou pescoço;
  • Lipoma (tumor benigno do tecido gorduroso da pele).

Sintomas

Estes caroços podem aparecer em qualquer parte do pescoço (nuca, parte de trás ou da frente do pescoço, ou atrás das orelhas). Os sintomas que podem acompanham este problema são:

  • Nódulos que podem ou não causar dor;
  • Desconforto ao engolir ou falar;
  • Inchaço da região;
  • Rouquidão ou mudança da voz;
  • Feridas na boca (em alguns casos);
  • Dificuldade em respirar (em alguns casos).

Caso os nódulos atinjam a tiroide, alguns sintomas característicos do hipertireoidismo podem ocorrer como:

  • Pulsação rápida;
  • Aumento de apetite ou perda de peso;
  • Nervosismo;
  • Agitação;
  • Pele ruborizada e ressecada;
  • Fadiga.

Sempre procure um médico ao menor sinal estranho em seu corpo. Prevenir é sempre o melhor remédio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.