Atitudes Para Cuidar do Seu Coração

O coração é um órgão vital e, assim como qualquer parte do corpo, precisa de cuidados e atenção. Quanto mais o estilo de vida é saudável – longe de tabagismo e outras drogas, gordura e alimentos com poucos nutrientes -, melhor ficará a saúde do coração.A fórmula “exercícios e boa alimentação” é velha conhecida para se evitar doenças cardíacas. Mas não cuidamos suficientemente dele. Descubra, ponto a ponto, de que forma medidas preventivas colaboram com a manutenção cardíaca e comece já a cuidar melhor do seu coração.

Veja algumas dicas importante:

Evite o sal

Segundo o especialista, é indicado ingerir no máximo até 5gr de sal, por dia. A redução de sal nas comidas ajuda na funcionalidade do coração, enquanto o excesso do mineral no sangue favorece o aumento da pressão arterial.

Controle a pressão

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das mortes são causadas pela pressão arterial alta. Além do sal, controlar a ingestão de álcool é uma iniciativa que também deixa o coração longe dos altos níveis de pressão.

Pratique atividades físicas

Na vida adulta, com o trabalho e outras ocupações, ficar longe do sedentarismo parece ser uma batalha. Entretanto, é exatamente nesta fase que os exercícios físicos são os mais indicados. De acordo com o especialista, é preciso “aumentar a atividade física em até 10% a partir dos 18 anos. São indicados 40 minutos de atividade física até quatro vezes por semana, seja caminhada rápida ou corrida de 20.

Mantenha o peso 

A obesidade também afeta diretamente o funcionamento do coração, já que a gordura também pode se alocar no órgão. Além disso, o peso elevado é causador de doenças vasculares – o que pode levar à morte.

Adeus ao cigarro

Além de fazer mal aos pulmões, aumentar o envelhecimento da pele, favorecer o aparecimento de câncer (principalmente no pulmão, de boca e pele), o tabaco também está relacionado a doenças cardiovasculares. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o consumo de derivados do tabaco pode causar quase 50 doenças diferentes.

Colesterol em controle

O mau colesterol alto também pode prejudicar o coração – e até fazer com que o órgão pare de funcionar. Segundo o cardiologista, o nível de colesterol total para até 200 miligramas por decilitro (mg/dl) e LDL colesterol até 100 mg/dl.

Glicemia em ordem

A glicemia é a concentração de glicose no sangue, ou seja, se a pessoa ingere altos índices de açúcar o índice subirá e poderá causar doenças como diabetes. O nível ideal de glicemia é de até 100 mg/dl.

*É fundamental fazer os exames necessários para manter este órgão tão importante funcionando bem, para que ele possa trabalhar em benefício a sua saúde por muito tempo. O controle deve ser feito regularmente, especialmente naquelas pessoas que estejam predisposta a apresentarem problemas desta natureza.

coraçao.jpg2_

Alimentos que favorecem o coração:

  • Soja, feijão, lentilha, grão de bico

Alimentos ricos em fibras, proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes. As proteínas auxiliam na redução do colesterol. Os grãos são muito benéficos para o coração porque – além de ajudar a manter bons os níveis de colesterol – colaboram para diminuir a absorção de açúcar.

  • Tomate

Rico em licopeno – substância que dá a cor avermelhada e está presente também na melancia, pimentão, beterraba e goiaba –, é um grande aliado na prevenção de doenças cardiovasculares por sua ação antioxidante. É preferível o tomate em molhos, pois a concentração de licopeno é maior.

  • Peixes

Os de águas salgadas profundas, como sardinha, salmão, atum, anchova, truta, arenque e cavala, são ricos em ômega-3, uma gordura saudável que auxilia a reduzir o colesterol ruim (LDL). Recomenda-se consumir esses peixes pelo menos três vezes por semana. Os frutos do mar também são saudáveis para o coração, apesar de terem colesterol, o que não ocorre com os peixes.

  • Azeite

Possui gordura monoinsaturada, a mais saudável de todas. É fonte de vitamina E, entre outras, e apresenta minerais e compostos antioxidantes como os polifenóis. O azeite é capaz de diminuir o colesterol ruim e aumentar o bom. Prefira consumir o azeite extravirgem, que é o mais puro e garante todos os nutrientes.

  • Alho

Algumas pesquisas indicam que ele pode auxiliar na prevenção das doenças cardiovasculares, pois pode reduzir o colesterol ruim e a pressão arterial.

  • Aveia

Fonte de fibras solúveis, além de deixar por mais tempo a sensação de saciedade, ajuda a reduzir os níveis de colesterol.

  • Banana

Outra fonte de fibras solúveis e também rica em potássio, um mineral importante para o bom funcionamento da função muscular cardíaca. Pacientes que usam diuréticos para o combate à pressão alta, em geral, são aconselhados a comer duas ou três bananas por dia, o que ajuda a repor o potássio eliminado na urina.

  • Castanhas

Castanha-do-brasil, amêndoas, avelãs, nozes, amendoim e macadâmias são ricos em gorduras poliinsaturadas. Apresentam grandes quantidades de proteínas, fibras, selênio, cálcio, ferro, potássio, zinco, vitamina E, ácido fólico e magnésio. A porção recomendada é de seis unidades por dia. Deve-se ter cuidado com a ingestão em excesso, pois as frutas oleaginosas possuem alto valor calórico.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.