AS Principais Razões Para Se Consumir Semente de CHIA

A chia é o nome popular da Salvia Hispanica, uma planta herbácea da família das lamiáceas, de origem das regiões da Guatemala, do México e da Colômbia.

A planta é mais conhecida por sua semente, que é vendida integralmente, moída ou em forma de óleo. A palavra chia deriva da palavra do nahuatl chian, que significa “oleoso”.

A semente de chia é uma semente com propriedades nutritivas especiais e foi muito consumida por civilizações antigas (como a Asteca no México), principalmente por quem precisava de força e resistência física. Ela é uma semente pequena de forma oval (cerca de 2 mm de comprimento) e de cores variadas (acastanhadas, cinzentas, pretas e brancas).

Vitaminas, Minerais e Propriedades

Os principais componentes da semente de Chia são:

Ômega 3 – A semente da chia é uma das mais ricas fontes conhecidas, tanto animal quanto vegetal. Possui teor muito maior do que o encontrado na linhaça e no salmão.

Cálcio – Cinco vezes a concentração do mineral encontrada no leite de vaca. Foi recentemente descoberto, que ele também ajuda a queimar gordura no organismo.

Magnésio – Possui duas vezes mais do que em castanhas e nozes.

Manganês – E fósforo: três vezes mais do que no espinafre.

Proteínas – É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o homem precisa.

Fibras – A alta concentração de fibras alimentares faz da chia um aliado do emagrecimento e na boa digestão. São também extremamente ricas em vitaminas e minerais, sendo uma das fontes vegetais mais ricas que se tem conhecimento até hoje.

Antioxidantes – A presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, os ácidos cafeico e clorogênico presentes provêm à chia três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.

milkshake-de-chia

Análise nutricional (100g):

  • Energia: 2471 KJ / 595 Kcal;
  • Proteínas: 16g;
  • Carboidratos: 44g;
  • Lípidos: 31g.

A semente de chia, quando utilizada de maneira integral, pode ter diversos usos na cozinha. Ela é capaz de agir quase como emulsificante, torna líquidos mais próximos de um gel e dá “liga” a massas.

A chia tem o poder de absorver 12 vezes o próprio peso em água. Receitas que podem incluir a semente de chia são pudins, pães, tortas, mousses, cremes, patês, risotos, farofa, saladas de frutas, sucos e vitaminas.

Quais as principais razões para se consumir sementes de chia?

⇒ As sementes de chia são muito nutritivas. A chia tem mais ômega 3 do que qualquer outra fonte natural, possuem enormes quantidades de antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras e muitas outras vitaminas e minerais. É um dos alimentos funcionais conhecido mais saudáveis e completos.

⇒ Proporcionam muita energia. As sementes de chia são calóricas e fornecem resistência e durabilidade. As fibras presentes na semente de chia são do tipo solúveis, que “incham” o estômago, causando sensação de saciedade e retardando a sensação de fome. Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia. Uma única colher poderia sustentar guerreiros astecas por várias horas.

⇒ Reduzem a ansiedade. Como as sementes de chia absorvem tanta água (cerca de 12x seu próprio volume) e têm fibras altamente solúveis, eles ajudam na digestão de carboidratos e, consequentemente, na liberação de energia lentamente na corrente sanguínea.

⇒ As sementes de chia são digeríveis. Ao contrário de semente de linhaça, sementes de chia não precisam ser moída antes de serem ingeridas. O corpo humano pode facilmente digerir sementes chia.

⇒ São convenientes e versáteis. Você pode comer sementes de chia pura, misturá-las com a sua bebida favorita, adicioná-las ao seu cereal ou salada ou incrementa-las em diversas receitas. Sementes de chia têm longa validade e se pode estocá-las por anos.

Como a semente de chia ajuda a emagrecer?

A semente de chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento:

Causa saciedade. Suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras. Ao entrarem em contato com a água, formam um “gel” no estômago. Diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e durante um período mais longo e, então, passa a consumir porções menores de alimentos.

Combate inflamação. A gordura acumulada é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeito. O ômega-3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite.

Desintoxica. A fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes. Essas fibras ainda retêm parte da gordura presente nos alimentos. E isso acaba saindo nas fezes em maior quantidade do que o habitual.

**Combinada com exercícios físicos, a semente de chia é um aliado incrível no emagrecimento.

Há alguma contra-indicação?

Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Cada colher de sopa cheia possui aproximadamente 75 calorias. Há também pessoas com a chamada “síndrome do intestino irritável”, devendo ficar atentas com o consumo de sementes em geral.

Quantidade diária recomendada para o consumo de sementes de chia?

Não existe uma regra, mas nutricionistas calculam que entre duas a quatro colheres de sopa cheias de sementes diárias são suficientes e já trazem enormes benefícios à saúde.

suco-de-limao-e-chia-para-o-colesterol-2-500x282-500x282

Receitinha:

Refresco de Chia

Ingredientes

  • 500 ml de água filtrada
  • 3 colheres de sopa de sementes de chia
  • suco de limão 
  • adoçante (opcional)

Modo de preparo

Misture as sementes na água e deixe repousar uns minutos. Adicione o suco de limão a gosto. Se desejar adicione um adoçante a seu gosto e leve a refrescar ou adicione um pouco de gelo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.