Apendicite: Saiba Os Sintomas E Prevenção

Apendicite é uma inflamação do apêndice. O apêndice é um órgão bem pequeno que faz parte do sistema digestivo. Ele fica ligado ao começo do intestino grosso, uma região chamada...

Apendicite é uma inflamação do apêndice. O apêndice é um órgão bem pequeno que faz parte do sistema digestivo. Ele fica ligado ao começo do intestino grosso, uma região chamada de ceco. Tem o formato de um pequeno tubo com cerca de 1 cm de largura por 10 cm de comprimento. Quando ocorre a obstrução da passagem no apêndice, devido, por exemplo, a um pedaço de fezes mais sólido que o normal, este tende a inflamar e as paredes internas a ficarem mais permeáveis. Com isto, a entrada de bactérias fica facilitada. A apendicite ocorre, portanto, devido a esta inflamação no apêndice.

Caso o problema não seja tratado a tempo pode levar até mesmo à morte. É algo frequente em pessoas com idade entre 20 e 30 anos. O apêndice já teve suas funções muito estudadas e por tempos foi considerado um órgão que ao longo da evolução perdeu suas funções originais. Hoje, acredita-se, entretanto, que este tenha um papel importante no auxílio do sistema imunológico.

Quais são os sintomas?

A falta de apetite é um dos sintomas que mais se destaca em casos de apendicite. Uma estranha dor abdominal do lado direito do corpo humano também tende a aparecer. Esta é bem pontual e localizada. É uma dor contínua que desce para a parte mais baixa do abdômen e vai aumentando em intensidade.

Como o intestino para de funcionar corretamente, devido ao entupimento do apêndice, o sistema digestivo entra em colapso. Quadros de febre, de apatia, de náuseas e de vômitos também costumam aparecer nos pacientes.

Apendicite: Saiba Os Sintomas E Prevenção

Como é feito o diagnóstico?

O histórico do paciente e um exame clínico geralmente levam a um resultado. O médico analisa os sintomas e examina com mão o abdômen do indivíduo. Alguns exames complementares podem ser pedidos, pois anexites, inflamação do útero e dos ovários, por exemplo, costumam confundir o diagnostico. Através de uma tomografia ou de um exame ultrassom é possível ter a certeza de que se trata de um caso de apendicite. Após o correto diagnóstico, deve-se dar início imediato ao tratamento para que não ocorram complicações futuras.

Como é o tratamento?

O tratamento é normalmente cirúrgico. Através de uma pequena incisão o apêndice é retirado do corpo do indivíduo, isto porque sua ausência não prejudica o correto funcionamento do organismo. Também pode ser realizado um procedimento via laparoscopia. Os resultados costumam ser os mesmos da cirurgia com incisão. Caso o tratamento não seja realizado dentro do tempo adequado podem ocorrer sérias complicações de saúde. Portanto, fique atento ao estado do seu organismo e sempre que algo de errado estiver acontecendo procure por um médico especialista imediatamente.

Como prevenir?

Caso surjam dores agudas do lado direito do abdômen ou na parte mais baixa, procure por um médico. Pode ser um caso de apendicite aguda. Mantenha bons hábitos alimentares e coma sempre muitas verduras e muitos legumes. Caso seja necessária a internação no hospital para o perfeito diagnóstico e tratamento do problema, não se recuse a ficar. O estado de sua apendicite pode piorar bastante em poucas horas e uma cirurgia de emergência pode acabar sendo realizada.

Consulte regularmente um médico para a realização de exames de rotina. Evitar bebidas alcoólicas, cafés, alimentos que irritam o sistema digestivo, condimentos e produtos gordurosos é uma outra medida que pode ser tomada para a prevenção de um problema como o descrito acima. Cuide da sua saúde, ela deve vir sempre em primeiro lugar.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.