Alimentos que Aumentam o Risco de Câncer

O câncer é, hoje em dia, uma das doenças mais temidas e que atinge uma grande porcentagem da população mundial.

Diversas comidas que causam a doença são consumidas o dia inteiro por todos nós. Infelizmente, muita coisa é passível de causar câncer e não só os alimentos são os responsáveis, mas se nós pudermos evitar, por que não fazer?

Confira uma lista de alimentos cancerígenos que sempre estão em nossa mesa:

1. Alimentos gordurosos

Carne vermelha, leite integral, queijos gordurosos, frios e embutidos, ricos em gorduras saturadas, devem ser evitados na dieta de quem faz tratamento contra o câncer. Frituras em geral como batata, provolone e linguiça, além de salgadinhos, ricas fontes de gorduras trans, também precisam ser eliminados do cardápio. O motivo? Além de contribuir para a obesidade e o aumento nos níveis de colesterol, fazem aumentar os processos inflamatórios no organismo.

2. Bebidas açucaradas

Refrigerantes e sucos artificiais devem ser substituídos por sucos naturais. Isso porque as bebidas artificiais têm muito açúcar refinado, corantes e conservantes e altos níveis sanguíneos dessas substâncias no organismo elevam o risco para o desenvolvimento de câncer. Entretanto, ao optar pelos sucos naturais, não vale encher de açúcar ou de adoçante. Se sentir necessidade de adoçar, opte por adoçante natural stevia, açúcar mascavo ou orgânico. Qualquer um deles em pequena quantidade.

3. Sal

O consumo de sal utilizado no preparo das refeições deve ser limitado a menos de seis gramas ao dia. O excesso do sal aumenta o risco não apenas de câncer, mas também de doenças cardiovasculares, como a hipertensão. Vale substituí-lo por temperos naturais

4. Alimentos processados

 Frios e embutidos que levam em suas fórmulas conservantes químicos, como os nitritos alimentos que causam câncere nitratos, não devem estar presentes na dieta. No organismo, elas podem se converter em agentes cancerígenos como as nitrosaminas, atingindo principalmente o esôfago e o estômago. As carnes defumadas, assim como o churrasco, precisam ser evitados devido à concentração de alcatrão nesses alimentos, um elemento com potencial cancerígeno como cebola, alho, ervas aromáticas e especiarias naturais frescas ou secas. Entre estas, boas opções são tomilho, manjericão, coentro, hortelã, erva-doce e cominho. Alimentos salgados ou preservados em sal, como enlatados, salgadinhos industrializados e carnes secas também devem ser evitados por terem uma alta concentração de sódio.

5. Bebidas alcoólicas

Há evidências científicas de que a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas pode aumentar a incidência de diversos tipos de câncer, como o de cabeça e pescoço e o gastrointestinal. Com o consumo frequente, as mucosas do organismo podem ser agredidas e levar a alterações nas células. Combinadas com o cigarro, crescem ainda mais as chances de desenvolvimento de tumores malignos no organismo.

6. Pipoca de micro-ondas

Elas são deliciosas, práticas e muito fáceis de serem feitas, mas as pipocas de micro-ondas são muito perigosas para a saúde. Tudo começa pelo próprio saco do alimento, que são revestidos com uma substância química chamada ácido perfluorooctanoic (PFOA), um composto também encontrado em objetos revestidos com Teflon. O PFOA aumenta significativamente o risco de tumor no rim, na bexiga, no fígado, pâncreas e testículos. Além disso, o alimento traz vários conservantes, como o propilgalato, que causa câncer no estômago e erupções na pele. Há também a presença do diacetil, proibido por causar doenças pulmonares em funcionários que trabalhavam com a substância.

graos

7. Frutas não orgânicas

A maioria de nós consome frutas não orgânicas todos os dias. Elas são bem mais comuns do que as orgânicas, mas também estão contaminadas com pesticidas perigosos, como atrazina, organosfosforado e fertilizantes com altos níveis de nitrogênio. A atrazina, por exemplo, é proibida em países europeus, mas ainda muito usado aqui na América. Além disso, elas são cultivadas com uma grande quantidade de produtos químicos hormonais para que o fruto cresça mais. As maçãs são as frutas que mais recebem esse tipo de pesticida, sendo mostrado em mais de 98% dos produtos testados. Infelizmente, lavar muito bem as frutas não elimina 100% das substâncias tóxicas usadas durante o cultivo.

Deixe o prato mais colorido

Uma dieta alimentar saudável pode reduzir as chances de câncer no intestino e no tubo digestivo em até 40%. Por isso, aumente seu aporte de frutas, verduras, legumes e cereais integrais no menu diário. Divida as frutas em no mínimo quatro porções; cinco porções de legumes e verduras e três opções de grãos.

Dica:

Se você ou um familiar querido está lutando contra o câncer…

  • Será que o seu médico lhe disse que você pode comer o que você quiser e por isso você continua seguindo a mesma dieta pró-câncer? Se sim, você está errado!
  • Se sim, você não está lutando contra o câncer com tudo o que você deveria…
  • Na verdade você está alimentando o câncer ao mesmo tempo em que você está tentando matar o câncer.

E se você tem pesquisado sobre dietas anti-câncer você sabe como tantas coisas podem ser confusas…

  • Quais alimentos devo comer?
  • Quais alimentos devo evitar?
  • Qual é a melhor dieta para o meu caso?
  • Por que uma dieta contradiz uma outra dieta?

Alimentos que aumentam o risco de câncer

Aprenda a dieta anti-cancer, protocolos e terapias caseiras com o nosso Guia Prático em PDF do Protocolo Natural Anti-Cancer!

Tudo explicado em um formato passo-a-passo fácil de seguir! Agora é a hora de aprender e corrigir sua dieta.

clique-aqui-acesso-lg

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!


Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.